Jamie’s Italian Lisboa | O restaurante do Jamie Oliver em Lisboa

Lisboa

Numa de passar um sábado diferente, e depois de saber que tinha aberto um restaurante do Jamie Oliver em Lisboa, juntaram-se cinco amigos e rumaram à capital para um passeio pela cidade e degustação das iguarias do chef britânico. Lê o artigo e descobre o que fiz por Lisboa nesse dia e se realmente valeu ou não a pena fazer mais de 300 kms para ir ao restaurante italiano.

Continuar a ler

Rota do Ouro Negro

Rota do Ouro Negro

Apesar de que ultimamente os percursos pedestres não têm estado presentes nas minhas mais recentes atividades, nunca é tarde para partilhar contigo mais um trilho, apesar de já lá irem alguns meses desde o último, que foi precisamente este: a Rota do Ouro Negro na Serra da Freita.

Continuar a ler

Amsterdam Card | Vale a pena?

Amesterdão

São já muitas as cidades que oferecem o sistema city card para que os seus visitantes possam, com apenas um cartão, entrar em diversas atrações gratuitamente e até ter prioridade nas filas nalguns casos. Para quem não gosta de visitar museus e prefere antes os passeios ao ar livre esta não será certamente a melhor opção, mas para quem gosta talvez seja. E então o I Amsterdam Card em específico, será que vale a pena?

Continuar a ler

The Biggest Cloakroom | Para guardares a tua bagagem no Porto

Th Biggest Cloakroom-Fachada

Já te aconteceu viajares e teres de te preocupar com o sítio onde a tua bagagem vai ficar? Isso pode acontecer caso o alojamento não tenha depósito de bagagem ou simplesmente porque estás de passagem numa cidade e até queres visitá-la mas não sabes onde deixar a “tralha”. Da próxima vez que fores ao Porto e tiveres a necessidade de um local para guardares as tuas malas já não vais precisar mais de te preocupar com isso. O The Biggest Cloakroom existe para te ajudar com este problema.

Continuar a ler

Podia ter corrido mal #2 | Quase dormi na rua em Bolonha

Bolonha

Onze e meia da noite, Bolonha.

Quando fui a Florença, para ficar mais económico, optei por ir do Porto a Bolonha de avião e depois iria de comboio até Florença. O voo chegaria tarde a Bolonha, por isso reservei um quarto perto da estação visto que o comboio partiria de manhã cedo.

Quando fiz a reserva no Booking para o “Il B di Bologna 2” ficou previamente acordado que iria chegar depois da hora do check-in, com confirmação por e-mail do proprietário do alojamento. Ficou combinado que chegaria entre as 23h e as 00h.

Continuar a ler